Safáris em passeio de balão são populares em Magaliesberg

Cobrindo cerca de 106.000 km2, a província do Noroeste é a quarta menor província da África do Sul e faz fronteira ao norte com Botswana e com as províncias sul-africanas Cabo Setentrional a oeste, Gauteng a leste, Limpopo a nordeste e com o Estado Livre ao sul.

Residência de cerca de 3.500 milhões de pessoas, o grupo étnico dominante é o Setswana, que fala a língua Tswana, com grupos minoritários falando as línguas Afrikaans, Sesotho e isiXhosa. No entanto, a língua inglesa é também falada em toda a província.

Designada como "província de platina" da África do Sul, devido aos seus vastos recursos do subsolo, a província de Noroeste também produz platina, ouro, diamantes e urânio.

As partes norte e oeste da província têm muitas fazendas de onivos e outro tipo de gado e estâncias de vida selvagem. As partes leste e sul são regiões agrícolas que produzem milho, girassóis, tabaco, algodão e frutas cítricas. O complexo de entretenimento e cassino Sun City também contribuem para a economia da província.

A cadeia montanhosa de Magaliesberg, no nordeste, estende-se por 130 km a partir de Pretória (em Gauteng) até Rustenburg, enquanto o Rio Vaal flui ao longo da fronteira sul da província.

A província de Noroeste é um destino privilegiado de observação de vida selvagem e onde está localizada a bem conhecida Reserva de Vida Selvagem Madikwe e da Reserva de Vida Selvagem Pilanesberg, além de outras reservas naturais e de vida selvagem menores.

Partes de dois Sítios de Patrimônio Mundial da UNESCO na província de Noroeste: a Cratera de Vredefort – a maior cratera do mundo causada por impacto de meteoro; e o sítio do fóssil hominídeo Taung, parte do Berço da Humanidade, Sítio de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Da opulência do hotel de cinco estrelas Palace of the Lost City em Sun City, até aos hotéis butique, casas de hóspedes pitorescas, bufês, casas de turismo rural e chalés, o Noroeste está bem equipado com opções de acomodações.

A melhor forma de chegar à província é pelo Aeroporto Internacional OR Tambo de Joanesburgo, e depois por carro ao longo do seu sistema viário bem conservado. Você também poderá optar por um safári panorâmico pelas reservas de vida selvagem Pilanesberg ou Madikwe, ambas a uma curta distância de voo de Joanesburgo.